• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

VACINA É DIRETO DO POVO E DEVE SER PELO SUS

O Sistema Único de Saúde segue sendo a tarefa do povo brasileiro.

Publicado: 07 Abril, 2021 - 23h47

Escrito por: Secretaria de Juventude

notice
Dia Mundial da Saúde - Em defesa do SUS

Não há alternativas para a vacinação que não seja pelos SUS, por isso valorizar e defender o Sistema Único de Saúde segue sendo a tarefa do povo brasileiro. Imunizar a população só é possível a partir dos princípios da universalidade, equidade e integralidade, combatendo as desigualdades presentes também nos aspectos da saúde.

 

A segunda onda da pandemia do COVID-19 se apresenta no Brasil agravando ainda mais a crise econômica e política que se faziam presentes antes mesmo da primeira onda, que foi desastrosa por falta de ações efetivas no controle do contágio e na seguridade social. As medidas adotadas pelo presidente genocida e seus aliados, culminaram em mortes, desemprego, fome e no auxílio emergencial que não dá dignidade à população. Reafirmando a sua incompetência política e humana para lidar com a pandemia.

 

O povo aguarda pela vacinação, enquanto isso, o presidente segue blindando sua família e fazendo troca-troca de ministros para tentar salvar o pouco que restou de esperança por uma melhor relação com os países que possuem vacinas. A sociedade está cobrando condução efetiva na vacinação, já que no ritmo de conta gotas, o Brasil continuará batendo recordes de vidas perdidas e sendo o melhor ambiente para mutação do vírus. Não foi esquecido que no (des)governo incompetente e irresponsável de Jair Bolsonaro, a saúde e os diretos seguem entregues à própria sorte.

 

A imunização da população não é de responsabilidade do sistema privado e/ou dos planos de saúde, pois eles tratam a saúde como mercadoria e fonte de enriquecimento de poucos. Sendo assim, a rede privada não deve ter acessos às vacinas contra o coronavírus e se houver interesse na compra dos imunizantes, devem doar todas as doses ao SUS.

 

As vacinas devem ser fornecidas exclusivamente pelo SUS, o sistema possui know-how na imunização da população, não pode haver brechas para que golpistas cometam crimes contra a saúde pública, fornecendo vacinas, falsas ou verdadeiras, atendendo apenas a população que possui privilégios financeiro. A vacinação deve seguir orientações científicas, que apontam quais públicos devem ser vacinados primeiro, no intuito de controlar o contágio e evitar colapso no sistema de saúde, seja público ou privado.

 

É fundamental que todas/os as/os trabalhadoras/os dos serviços essenciais estejam imunizadas/os o mais breve possível, envolvendo não apenas quem atua na linha de frente, mas também quem garante o isolamento social. Inúmeras categorias não pararam durante a pandemia e precisam ter acesso a vacinação, o que ainda não aconteceu, pois o governo federal no segundo semestre de 2020 não negociou compra de vacinas e recusou propostas que foram apresentadas para aquisição de grandes lotes de doses dos mais diversos imunizantes.

 

O que garante a atenção e o cuidado da população é o SUS fortalecido, valorizado e com investimentos, já que pelo SUS a saúde é entendida e tratada enquanto um direito fundamental, visando a dignidade humana. Não há dúvidas do quão tem sido fundamental existir no Brasil uma política pública de saúde, por isso  a EC 95, que congelou por 20 anos o teto de gastos da saúde, deve ser revogada, esse é o caminho para o Brasil voltar a investir mais no SUS.

 

A população quer Auxílio Emergencial digno, a fome tem ganhado força no país e o governo federal precisa adotar medidas que não permitam que as pessoas morram de fome; precisa fazer repasses dos recursos para que os estados e municípios tenham condições financeiras de ampliar o número de UTIs, contratar mais profissionais e comprar vacinas. 

 

A pandemia ainda é uma infeliz realidade que precisa ser olhada todos os dias, valorizar e defender o SUS é obrigação do povo brasileiro. Vacinar toda a população pelo SUS é urgente e o genocida Bolsonaro com sua equipe devem sair do governo, já! Assim, haverá perspectivas de que o novo normal que está por vir seja, com mais saúde, empregos e direitos.

 

#VacinaJá #VacinaSalvaBolsonaroNão #RevogaEC95 #DEFENDAoSUS #VALORIZEoSUS #ForaBolsonaro

 

Por Iana Aguiar
Secretaria de Juventude da CUT Bahia

Tesoureira do SINPSI Bahia