• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

RETROSPECTIVA DA CUT BAHIA 2018

Publicado: 02 Janeiro, 2019 - 12h17

Escrito por: Ascom CUT Bahia Aline Damazio

notice

A Central Única dos Trabalhadores da Bahia  em tempos de resistência, incansável  luta por direitos, defesa da democracia no Brasil  com o fundamental protagonismo de valorização da classe trabalhadora avançou 2018  com  conquistas e enfrentamentos importantes para garantia de direitos.

Vamos juntos lembrar  das ações que marcaram e fortaleceram a história  da Central que há 35 anos se revigora para lutar no presente por um futuro mais justo para todos os trabalhadores e trabalhadoras.

 Na primeira semana de  JANEIRO, conscientes de que era um ano decisivo, dirigentes sindicais CUTistas  já direcionados por presidente da CUT Bahia, Cedro Silva fortalecerem a  atuação das secretarias da CUT Bahia, coletivos, movimentos sociais  e ações da Frente Brasil Popular  para isso foi realizada reunião unificada na primeira semana do  mês,  na sede da CUT Bahia com dirigentes sindicais, representantes de movimentos sociais e representantes de partidos de que também tratou da organização da participação na Lavagem do Bonfim e também ações que antecederiam a data do julgamento de Lula.

Janeiro também foi mês de fortalecer as atuações dos sindicatos CUTista a exemplo do Sinttel  que travava uma luta a favor dos direitos dos  trabalhadores que estavam sendo desrespeitados  com a redução de carga horária e redução de salários. O Sindisaúde-Ba também realizou mobilização a favor dos direitos dos  trabalhadores(as) de saúde da UPA de Escada,  nossos dirigentes ainda se desdobraram para comparecer a posse do Sinditiccc.

Nós CUTistas fomos protagonistas na Bahia e no Brasil por mobilização na luta pela democracia por Lula livre colaborando para o Lançamento de Comitê em Defesa da Democracia  na capital e no interior e do Direito de Lula ser Candidato na Bahia, o ato teve a participação da presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Caminhamos com fé e na luta pela democracia  durante a tradicional Lavagem do Bonfim, levamos  no peito e nas faixas que  condenação sem provas  é crime.

Já em FEVEREIRO a fé continuou firme e no dia 2 a CUT Bahia  elevou a bandeira “É Lula de novo com as Forças das Águas e do Povo” para festa de Iemanjá, no Rio Vermelho.

Ainda no segundo mês do ano, a CUT Bahia e demais centrais sindicais realizaram ação fundamental contra o desmonte da Reforma da Previdência, no Aeroporto de Salvador. Desde às 3h dirigente das centrais aguardavam parlamentares para dialogar sobre não votarem na Reforma da Previdência que o governo de Temer tentava impor, sem o diálogo com a sociedade.

Levamos resistência para o Carnaval   com O bloco CUT Bahia/ Q Felicidade desfilamos resistência no Campo Grande! E para CUT Bahia reafirmou protesto contra reforma da previdência e alerta sobre a greve geral durante a Mudança do Garcia.

Chega MARÇO e fomos protagonistas de uma greve histórica, no dia19, mobilizações na capital e no interior contra a reforma da previdência, paramos avenidas garagens de ônibus fizemos caminhadas  fortalecendo  um movimento  nacional em defesa dos direitos dos trabalhadores. Uma greve forte, resistente e ampla  de  tal maneira que recuaram da votação que era um pacote de maldade.

O mês também foi marcado por apoio ao Comitê Baiano do Fórum Alternativo Mundial da Água que levantou a questão sobre a água no campo e o relato da luta pela água em Correntina.

Atuamos junto na união entre sindicatos durante a eleição do Sinergia - Bahia para a vitória da Chapa 1 – RenovAÇÃO e Experiência” e também estivemos juntos na greve do Sincotelba  contra a retirada dos pais do plano de saúde e contra a mensalidade e fim da postal saúde, assim como apoiamos os dirigentes do Sindilimp Bahia  que realizam orientação de 90 trabalhadores(as) que prestavam serviço para o Hospital Roberto Santos que estavam sem  pagamento 

Atuamos na mobilização que uniu sindicatos na FAFEN-BA contra o fechamento das Fábricas de Fertilizantes e Nitrogenados da Bahia e Sergipe.

Estimulamos a unidade de luta dos sindicatos ao promover  reunião com  dirigentes da CUT Bahia, Sindilimp Bahia, Sindivigilantes, Sindac, Sindsaúde, Sindados, Sindcontran, Sindstecba  que organizaram propostas e ações unificadas para buscar soluções da defesa efetiva dos postos de trabalhos e direitos dos colaboradores terceirizados.

A CUT Bahia demais centrais e movimentos sociais organizaram  o Fórum Social Mundial local onde podemos debater  sobre forma plural assuntos pertinentes para mudanças para melhor da sociedade. O evento também contou com a presença do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva Gleisi Hoffmann, ex-presidente de Honduras Manuel Zelaya e a líder Saharaui Cheija Abdalahe, além de políticos baianos.

Ainda neste mês, consolidamos a garantia da democracia  com  Plenárias Lula Livre que contaram com a presença de dirigentes da CUT Bahia, do PT Nacional, movimentos sociais e populares  e   também organizamos Carreatas Carreta a Lula Livre  nos bairros na orla de Salvador e no Subúrbio.

Em  ABRIL  luta continuou  com  Ato Lula Livre, em frente ao Fórum Rui Barbosa, no Campo da Pólvora e as carretas somam de forma fundamental a luta por Lula Livre além da capital, em Feira de Santana.

O mês  também foi marcado pelo  Dia Nacional e internacional de Luta por Democracia e Lula Livre, a Bahia esteve presente na resistência de atos significativos, na capital e no interior e somando forças ao fortalecimento do movimento.

O dia 6 de abril de 2018 entrou para história como data em que a indignação de um povo pela tentativa de prisão arbitrária de Luis Inácio Lula da Silva serviu com estopim poderoso para demonstrar nas ruas toda a capacidade resistência e apoio do povo brasileiro que lutou aguerrido e incansável com marchas em Salvador, Camaçari, Feira de Santana e paralisações por Lula Livre!

Ainda  apoiamos a 1° Sessão Especial em homenagem a Lula na Alba. Encontro lotado! Todos na luta por Lula livre.

A CUT Bahia esteve presente com a  Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo no Dia Nacional de Luta Contra o Golpe, na sede da Rede Bahia filiada à Rede Globo.  Ação que fazia parte do calendário de lutas.

Em um dos atos de fortalecimento da defesa da água, o presidente da CUT Bahia, Cedro Silva; a secretária de formação da CUT Bahia e diretora do Sinergia, Cristina Brito e Paulo de Tarso, coordenador da Confederação Nacional dos Urbanitários foram convidados para sessão especial, Água é Vida, é Cidadania, na Assembleia Legislativa da Bahia. Durante o encontro foi realizada homenagem ao ex-governador e secretário do SDE, Jaques Wagner.

A CUT Nacional concretizou um passo importante para ampliar de maneira significativa as informações para a classe trabalhadora, com o novo portal da CUT, www.cut.org.br, lançado no dia 28.

A companheira Elisângela Araújo realizou análise de conjuntura durante o curso Difusão do conhecimento em gestão pública e resistência ao Golpe, em Feira de Santana.

 A iniciativa positiva da Secretaria de saúde da CUT Bahia, a Feira de Saúde do Trabalhador da CUT Bahia  teve continuidade, em duas edições em 2018, em Salvador, dia 26/4, em Mussurunga e em Feira de Santana, em 11/5, na sede do Sintraf.

Apoiamos as  eleições de A Chapa 2 – Mais Respeito ao Servidor  na a vitoriosa na eleição do Sindicato dos Servidores Públicos de Canavieiras (SINDSPUC)  no dia  23/4.

No mês  dedicado ao trabalhador MAIO, já no dia 1°de Maio a CUT Bahia mobilizou  um  ato político cultural  unificado com as demais centrais  denominado  Mais Democracia, por Lula livre e Marielle Vive, no Farol da Barra.

Já no dia 11 de maio, na sede do Sindicato dos Trabalhadores dos Agricultores Familiares de Feira de Santana  foi realizada a III Feira de Saúde do Trabalhador, uma parceria   entre a CUT Ba, com o SINTRAF FEIRA, APAEB e FETRAF Bahia. Com slogan “Cuidar faz Bem”, a Secretária de Saúde da CUTBA também incentivou a realização de feira de produtos orgânicos.

Divulgamos  a atuação forte dos dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Celulose e Papel do Estado da Bahia (Sindicelpa)  que realizaram, em Camaçari assembleia com trabalhadores para avaliarem a proposta para o acordo coletivo 2018/2019. 

Repudiamos o crime de racismo sofrido pelo companheiro, dirigente do Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro) Djalma Bonfim e a agressão verbal sofrida pelo jornalista Paulo Henrique Amorim.

Ainda em maio  apoiamos a luta dos dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública Intermunicipal (Sindilimp) que  realizam protesto contra o não pagamento de 40 funcionários terceirizados de limpeza do Instituto Anísio Teixeira (IAT), da empresa terceirizada.

Colaboramos  com  o Sindicato dos Rodoviários no Estado da Bahia no movimento grevista forte para que se tenha respeito com os direitos e a campanha salarial da categoria e apoiamos  a greve nacional  dos petroleiros em todo o Brasil, por redução do valor da gasolina, do diesel, do gás de cozinha, por manutenção dos empregos e não a privatização da Petrobrás.

Em JUNHO colhemos  o resultado da luta grevista dos petroleiros Pedro Parente foi demitido da presidência da Petrobras. A luta da classe dos trabalhadores mostra sua força e derruba Pedro Parente.

Dirigentes da CUT Bahia  organizaram fundamental plenária CUTista, uma das mais importantes do ano, com presença de Sérgio Nobre secretário geral nacional , na sede do Sindae, para debater a atual conjuntura nacional.

Apoiamos o lançamento da candidatura de Lula, a presidência do Brasil.

Divulgamos  a luta  do Sinpaf, junto com outros sindicatos de diversas categorias quando realizam um protesto na porta do ministério do planejamento.

Parabenizamos os companheiros do Sincotelba por continuarem a frente da secretaria geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (FENTECT) , durante a eleição da nova diretoria . 

Mais da metade do ano passa e a luta da CUT Bahia  avança!

Em JULHO dirigentes da CUT Bahia estiveram presentes em audiência pública, na Assembleia Legislativa da Bahia,  para somar forças com especialistas e representantes de sindicatos das principais estatais em mais uma demonstração de luta contra o governo entreguista e lesapratria. Na audiência pública “Defesa da soberania nacional: contra as privatizações do governo Temer”.

Já no 2 de julho  a CUT Bahia estava presente para fortalecer o movimento popular e para levar as bandeiras da classe  trabalhadora durante as comemorações e ações cívicas, criamos o lema  “Com democracia, soberania, emprego, Lula livre e direitos”para a data.

Todos juntos na luta por soberania, democracia e direitos!

Ainda em julho  apoiamos  a defesa das estatais  no Ato Nacional em defesa da Petrobras, na Refinaria Landulpho Alves com presença de dirigentes da CUT Bahia, Sindipetro, FUP e sindicatos petroleiros do Brasil .

A delegação de dirigentes da CUT BA foram para Recife onde participam de “Plenária Interestadual da CUT Nordeste – 2” com os estados de Sergipe, Alagoas, Recife, Paraíba e Rio Grande do Norte. Ação fundamental, para realização de seminários em cada região do país, para ampliar o debate sobre o país que queremos com crescimento e desenvolvimento, empregos e direitos para todos.

A  vice presidenta da Central Única dos Trabalhadores da Bahia, Conceição Borges também atuou forte no interior realizou reunião na sede do Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar de Feira de Santana  com várias lideranças de diversos sindicatos dos munícipios para construírem uma  carta que será entregue ao candidatos a deputados federais, estaduais e governadores de esquerda como compromisso  de defesa da agricultura familiar e economia solidária.

Foi realizado o Seminário Regional de Formação da Rede de Formação do Nordeste, no CFL do Sindprev, em Recife, que contou  com a presença Secretaria Nacional de Formação Rosane Bertotti. O encontro contou com a participação de CUTistas dos estados da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio grande do norte, Piauí, Ceará e Maranhão.

CUT Bahia esteve presente com o Sindae campanha nacional contra a Medida Provisória (MP 844)  que tentava  permitir a venda de companhias estaduais de saneamento em todo o país, com a finalidade de atender banqueiros e empresas internacionais do " mercado da água" já que o Brasil é detentor de 14% de reserva de água de todo o planeta.

Em AGOSTO a CUT Bahia realiza Seminário Territorial no Portal do Sertão sobre Conjuntura Política e realizamos uma das mais importantes paralisações do ano o  Dia do Basta, na Bahia. Neste dia , os trabalhadores e trabalhadoras acordaram cedo não apenas para ocupar seus postos de trabalho, mas para dizer publicamente Basta a exploração e retrocessos do governo golpista de Temer. Na capital e no interior dirigentes da CUT Bahia, demais centrais e movimentos sociais avançaram na luta contra a exploração do povo brasileiro e consigo ganharam a adesão do povo que formaram aos milhares

AGOSTO  também  foi mês de defesa  de apoio a nossos candidatos  para isso criado o Comitê Sindical com a presença de dirigentes da Central Única dos Trabalhadores e dirigentes de seus respectivos sindicatos filiados, representantes das centrais e Movimentos Sociais e Populares.

A CUT Bahia apoiou os  manifestantes baianos fazem jejum por Lula Livre, em uma ação inédita na Bahia, foi realizada o protesto silencioso mas impactante, o Jejum Cívico pelo Direito de Lula ser candidato,em frente ao Fórum Rui Barbosa.Companheiros (as) de quatro movimentos sociais que integram a Frente Brasil Popular: Movimento Atingidos por Barragens (MAB); Levante Popular da Juventude; Movimento dos Pequeno Agricultores (MPA) e Movimentos de trabalhadores e Trabalhadoras passaram fome durante todo dia para alerta sobre a arbitrariedade que estava acontecendo com Lula.

Na  data em que foi registrada a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República e do vice Fernando Haddad na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a CUT Bahia organizou uma Ato em frente a Fórum Rui Barbosa, local simbólico, para pressionar o direito de Lula a concorrer nestas eleições.

Apoiamos A Chapa 2 Cutista Renova Aduneb venceu as eleições para a Coordenação Executiva da ADUNEB para o biênio 2018/ 2020 e também para o Conselho Fiscal.

Mulheres CUTistas realizam evento para debater políticas para o público feminino. A roda de conversa contou com a participação de 50 mulheres entre candidatas, assessoras, militantes e feministas, entre elas: Elisângela Araújo, Manu; Shirlene; Anne Senna da Unisol Brasil; Madalena Noronha da Elas Por Elas PT e representantes dos seguimentos de negras, candomblé; Quilombolas; agricultura familiar, professoras rede municipal; Ufba; das associações de moradores Subúrbio de Salvador e do território de identidade do estado.

A Bahia mostrou que o Brasil quer ser feliz de novo, milhares de baianos com a certeza que Lula é uma ideia se transformaram em Luis Inácio Lula da Silva para fortalecer a visita de nosso candidato à vice Fernando Haddad, em Salvador CUT presente e atuante.

Viva a CUT!
Comemoramos 35 anos da maior Central do Brasil. CUT - Central Única dos Trabalhadores.

Chega SETEMBRO e central através da Secretaria de Saúde realiza curso de capacitação de líderes. 

Também apoaimos a 24ª edição, do Grito dos Excluídos, que levou o tema “Vida em primeiro lugar - Desigualdade gera violência: basta de privilégios. Dirigentes sindicais, entidades, igrejas e movimentos sociais se concentrarão, em frente ao TCA- Campo Grande, para caminharem juntos fazendo um contra ponto aos desmontes que todas as categorias.

CUTBA, através da Secretaria de Saúde, realizou o curso do Projeto Rede Vida Viva, que estuda a saúde e o adoecimento nos locais de trabalho., com a presença 25 representantes sindicais CUTistas.

A primeira edição do Seminário Mulher na Mídia acontece em Salvador, no dia 26 de setembro, na sede da CUT Bahia e promoveu uma reflexão a respeito do comportamento da mídia brasileira em relação às mulheres. A organização é feira pelas Secretarias de Comunicação e de Mulheres, com apoio de diversas entidades parcerias.

Apoiamos a vitória da Chapa 1 nas eleições nas eleições do Sindicato dos Assistentes Sociais do Estado da Bahia (SASB).quem ganhou foi o assistente social na luta pela garantia de direitos.

Já em OUTUBRO para fortalecer o enfrentamento rumo a vitória do projeto de esquerda que visa inclui no projeto de governo a classe trabalhadora, dirigentes da CUT Bahia estiveram reunidos na sede da central, para análise do primeiro turno das eleições na Bahia e pensarem juntos em estratégias de apoio aos políticos que em seus projeto políticos incluam melhores praticas, mais direitos e mais postos de trabalho para assim o Brasil voltar a ser feliz de novo. As deliberações foram registradas para serem encaminhadas na reunião do Comitê Sindical.

Organizamos a mobilização nacional em defesa da democracia, com atos espalhados por todo o país, reunimos, cerca de 100 mil pessoas em Salvador em uma caminhada do Campo Grande até o Farol da Barra, em um trajeto de cerca de 3km, levou para as ruas da capital baiana críticas a Jair Bolsonaro (PSL), considerado um inimigo da democracia.

NOVEMBRO, mês da Consciência Negra, para CUTBA, representa um mês de mobilizações, debates, apresentações artísticas e culturais, um mês de conscientização da população negra, sobre sua condição social e os problemas que ainda enfrentam na sociedade e as lutas que devem ser travadas para sua verdadeira libertação.

Também apoiamos a  eleição do Sindicato dos Trabalhadores na Silvicultura, no Plantio, nos Tratos Culturais, Extração e Beneficiamento da Madeira em Atividades Florestais e Industria Moveleiras no Extremo Sul da Bahia (SINTREXBEM) realiza para o triênio 2019/202. Assim demos total atenção e promovemos a união entre os sindicatos CUTistas para as eleições do Sindiprev, Sindopc, Apub, Metalúrgicos de Feira,  Comerciários de Santo Antônio de Jesus e Sispec.

Ainda neste mês, a Secretária de Comunicação Lucivaldina Brito participa da mesa de abertura do Encontro Metropolitano da Pessoa Idosa e Saúde.

O SintrafFeira /cut realiza junto com o Polo Sindical a 7ª edição da Feira Natalina.

O presidente da CUT Bahia, Cedro Silva  realiza reunião com representante do SindReda alguns dos  assuntos tratados foram as conquistas do Sindicato em Salvador, como a legalização do sindicato perante administração municipal de Salvador e a cobrança das convocações dos classificados em concurso.

Fortalecemos ato público em defesa dos correios junto ao Sincotelba contra a privatização dos correios e de todas as estatais.

Apoiamos a greve sindicato Sintrexbem na luta por direitos da categoria!

Organizamos o Pré-lançamento coletivo de juventude da CUT Bahia, na sede da central.

Com a presença da secretária de Juventude da CUT Bahia, Marília Santos; o presidente da CUT Bahia, Cedro Silva; a secretária de formação, Cristina Brito; o secretário de finanças, Alfredo Júnior e representantes de sindicatos CUTistas, a exemplo do sindivigilantes, Sindae, Sincotelba, Sindiprev, Sinergia.

Chega DEZEMBRO, a CUT Bahia realizou a primeira Plenária de Comunicação em Feira de Santana, na Bahia.

Parabenizamos a Chapa 1 – De Mãos Dadas Resistir e Avançar por importante e esmagadora vitória na eleição da nova Diretoria, Conselho Fiscal e Conselho de Representantes da Apub Sindicato.

Apoiamos  a jornada Lula livre, em Salvador o ato aconteceu na Praça Municipal, em frente a Câmara de Vereadores e a Audiência Pública – Contra a Privatização da Água em Porto Seguro realizado pelo SINDAE – Bahia

Fomos na defesa dos interesses dos trabalhadores e trabalhadoras estaduais que estão há quatro anos sem reajuste salarial e  que ainda corriam o risco de ter um aumento  aumento da alíquota contribuição previdenciária dos servidores públicos do PLANSERV de 12% para 14% além fechamentos de empresas e órgãos públicos.

Com iniciativa da Secretaria de Saúde da CUT Bahia foi promovido uma roda de conversa na sede da CUT Bahia com o tema: Os Impactos da Reforma da Previdência, com a  presença do advogado, Eduardo Requião compartilhou conhecimentos e retirou as dúvidas sobre esse assunto fundamental para diretores sindicais, é considerado uma das "pautas do dia de 2019".
Divulgamos as ações  do Sindalimentacaoba sobre  a denúncia do descumprimento da empresa Nacional junto aos trabalhadores.

Apoiamos Lula e lutamos durante todo o ano por Liberdade de um dos melhores presidentes  que o Brasil já teve que retirou da zona da pobreza milhões de brasileiros através de mais emprego, educação e projetos sociais.

Homenageamos os nossos dirigentes que este ano de 2018 nos deixaram mas que estarão sempre presentes: Pedro Barbosa Batista , Antônio Mario Araújo Santana, Valter Junior e Lilian Reverendo Hereda. Presentes!

 

carregando
carregando