• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

NOTA DE APOIO

Publicado: 10 Abril, 2019 - 12h01

Escrito por: Ascom CUT Bahia - Aline Damazio

notice

A CUT Bahia expressa solidariedade e apoio à greve dos trabalhadores e trabalhadoras docentes da Universidade Estadual da Bahia (UNEB), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) deflagrada pela Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (ADUNEB) iniciada nesta terça-feira, 9.

É um movimento legítimo do sindicato e da classe trabalhadora que após sucessivas tentativas de negociações, suspensão de reunião agendada com o Fórum das Associações de Docentes das Universidades Estaduais, negligenciamento de pautas não restou outra alternativa, o sindicato e os trabalhadores e trabalhadoras entraram em greve por tempo indeterminado.

As reivindicações são justas reajuste de 5,5% ao ano no salário base dos docentes, referente aos anos de 2015, 2016 e 2017, promoções na carreira, progressões e mudança de regime de trabalho, são direitos garantidos por lei e é papel do sindicato que lado a lado com os (as) trabalhadores avançam para conquista dos direitos.

Para o presidente da CUT Bahia, Cedro Silva essa manifestação reafirma a luta do sindicato Aduneb por manutenção dos direitos e apela que ambas as partes cheguem a um acordo. “A educação precisar ser prioridade em qualquer governo, aliada a respeito aos trabalhadores (as) da base, salários decentes e condições dignas de trabalho agregam a uma poderosa fórmula para juntos estado e trabalhadores avançarem juntos na melhoria da Bahia. Creio que o diálogo será mantido e chegaremos mais uma vez a um acordo justo”, destaca Cedro.

Por isso, a CUT Bahia defende o movimento grevista da ADUNEB e dos professores da UNEB, UESB, UEFS.

carregando
carregando