MENU

Em Salvador o 1º de maio será no Farol da Barra e cidades no interior do estado

As manifestações farão parte do calendário “Maio de Lutas” começando por Salvador, no Farol da Barra e segue ao longo do mês em cidades no interior do estado.

Publicado: 19 Abril, 2023 - 09h58 | Última modificação: 19 Abril, 2023 - 10h38

Escrito por: CUT BAHIA | Editado por: ASCOM - CUT BAHIA

Edmilson Barbosa
notice
Reunião das Centrais Sindicais da Bahia com Secretário de Trabalho, Davidson Magalhães (SETRE)

A Central Única dos Trabalhadores (CUT Bahia) e demais centrais sindicais no estado, CTB, Força Sindical, UGT, Nova Central e CSB, organizam mais um 1º de maio unificado  em comemoração ao dia Internacional da trabalhadora e do trabalhador. Por emprego, renda, direitos e democracia serão palavras de ordem desse encontro.

 

O espaço da manifestação será o ponto turístico Farol da Barra, em Salvador,  a partir das 14h e contará com apresentações artísticas e culturais, presença de lideranças de partidos, sindicatos, representações dos movimentos populares, entre outras. No ano anterior passou pelo palco a cantora e atual Ministra da Cultura, Margareth Menezes e o cantor Jau para alegria do público que lotou o largo da festa. A comissão de organização do ato reserva surpresa e após confirmação das atrações será feita uma ampla divulgação.

Ao longo dos últimos anos a classe trabalhadora tem passado por muitas dificuldades, entre elas, a pandemia da COVID-19, perda de emprego, diminuição do poder de compra, baixos salários e situações ainda mais agravadas pelo anterior desgoverno federal.

A CUT está comemorando os seus 40 anos e reforça a importância da presença do público no evento. As históricas conquistas a partir da luta da classe trabalhadora trouxeram inúmeros avanços que com o passar do tempo estão ameaçadas. É prioritário que cada trabalhador e trabalhadora participe da manifestação com seu cartaz, com sua palavra de ordem, com suas reivindicações para a reconstrução da agenda da classe trabalhadora em nosso país.

Os trabalhadores informais, ambulantes e motoristas em aplicativos, são categorias que demandam esforço coletivo na ampliação dos direitos e melhoria na remuneração e segurança pelos serviço prestado. Na agenda de lutas da CUT, essas categorias pilares de discussão nas instâncias de diálogo sobre as relações de trabalho.

Dos mais de 33 milhoes de brasileiros em situação de fome, na Bahia esse número atinge a marca de dois milhões. Vamos fortalecer essa corrente em prol dos que não tem o que colocar na mesa para se alimentar. A CUT Bahia e as demais centrais sindicais e seus sindicatos vão integrar ao longo do mês a campanha para arrecadar donativos pelo “Bahia Sem Fome”, ação promovida pelo governo do estado.

É preciso gerar emprego e distribuição de renda para tirar essas pessoas da zona de carestia. Por isso, o primeiro de maio, renova as forças para continuar em luta por melhores salários, emprego, renda e pelo fim da carestia.  Com esses avanços há desenvolvimento econômico e social para o estado e para a população.


NO INTERIOR DO ESTADO


Feira de Santana, Camaçari, Juazeiro, entre outras, são algumas das localidades que também vai acontecer eventos alusivos ao primeiro de maio no decorrer do mês. Em breve serão divulgadas as datas.

 

Será um primeiro de maio diferente. Elegemos um governo na Bahia e no governo federal com a pauta do povo e isso deve refletir positivamente na vida da classe trabalhadora. É dia de comemorar e continuar lutando pela ampliação de direitos e manutenção das conquistas. Afinal, só a luta nos garante!
- Leninha, presidenta da CUT Bahia

Para cadastrar a atividade do seu sindicato filiado à CUT-BA, envie um e-mail para: [email protected], informando: cidade, data, horário, programação e telefone/e-mail para contato.

SERVIÇO:

O que: 1º de maio, unificado das centrais sindicais na Bahia.

Onde: Farol da Barra, Salvador-BA.

Horário: a partir das 14h.