• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

"Agora com Lula livre, o Brasil vai voltar a sorrir" afirma Cedro durante ato

Publicado: 14 Novembro, 2019 - 17h33

Escrito por: Ascom CUT Bahia - Aline Damazio

notice

“Lula é uma ideia de paz e justiça. Agora com ele livre, o Brasil vai voltar a sorrir” afirma Cedro durante ato de apoio a Lula durante executiva nacional do PT

Apoio:Lula responde na reunião: “Na cadeia aprendi a gosta ainda mais de vocês, não esperava tanto carinho e tanta solidariedade”, e vai as lágrimas.

Em um dia histórico para CUTistas, para política e militância aguerrida da esquerda, a data 14 de novembro marca o retorno do nosso eterno presidente Luiz Inácio Lula Da Silva as terras baianas. O tão grito “Lula Livre” tão aclamado em manifestações e protestos que realizamos se materializou na persona de Lula na capital da Bahia.

Uma multidão capitaneada pelo presidente da CUT Bahia, Cedro Silva em um trio se reuniu ao redor do hotel, no Campo Grande, onde é realizado o encontro da executiva do PT Nacional, saudou, ‘o guerreiro do povo brasileiro’, nosso Lula. Ele escolheu Salvador como um dos primeiros locais do Brasil para dar continuidade na revolução política, interrompida momentaneamente por uma prisão política arbitrária.

“Lula é uma ideia de paz e justiça. Passou pela situação de preso político com a cabeça erguida de quem não deve. Agora com Lula livre, o Brasil vai voltar a sorrir, o mais carentes voltarão a ser assistidos, com um governo no futuro que pensa no trabalhador, pensa na população mais pobre. Com soluções para mais empregos e assistência. Lula é um guerreiro e a Bahia te abraça, companheiro”, destaca o presidente da CUT Bahia, um dos principais apoiadores da campanha Lula Livre no país.

Enquanto a multidão aplaude e canta o tradicional hino dos apoiadores do líder petista “Olê, olê, olê olá, Lulaaa, Lulaaa”. Lula chegou ao hotel ovacionado por população.

O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação presente na reunião do partido afirmou que a presença de Lula torna mais forte a relação entre partido e militantes. “Lula fortalece a relação com a militância. A figura de Lula estimula isso”, destaca.

Já o presidente estadual eleito do PT Éden Valadares a falou sobre a disposição política de Lula. “É admirável a sua vontade de seguir lutando contra o desmonte promovido por Guedes e Bolsonaro. Reafirmando o protagonismo do PT e a importância da gente defender nosso legado”, cita.

O senador Jaques Wagner chama atenção para o entusiasmo de Lula. “É muito bom saber que ele está livre e com ainda mais força e coragem para lutar ao lado do povo brasileiro, conta.

A mesa de convidados para o encontro foi composta por Lula, a presidente do PT Nacional e deputada federal Gleisi Hoffmann; o ex- prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT); o governador da Bahia, Rui Costa (PT); o senador baiano Jaques Wagner (PT);o presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação; presidente eleito do PT estadual, Éden Valadares; a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho; a vereadora Marta Rodrigues (PT); a deputada estadual Fátima Nunes e o vice-líder do PT na Câmara, o deputado federal Paulo Pimenta (PT).

A presidente do PT abriu as falas destacando a importância de Lula no encontro “Nós estávamos com muita saudade e sentido falta de ouvi- lo, do senhor [Lula] estar junto a militância. É muito importante o senhor [Lula] está aqui participando da executiva. Estamos vivendo um momento muito difícil para o Brasil, mas é come esse presidente que retirou milhares de pessoas da linha da pobreza, que fez um programa de desenvolvimento inclusivo que mudou a história do Brasil que vamos fazer o debate com o povo”, afirma a presidenta.

Durante fala Lula se mostrou aguerrido e ponto para disputa política. Além de revelar que o PT tem diversos nomes para a disputa eleitoral. "Eles não vão conseguir tirar o PT da disputa, com Lula ou sem Lula. Eu posso subir a rampa do Palácio da Alvorada com o companheiro Fernando Haddad, com o companheiro Rui. Pense m um cara que quer lutar democraticamente para reconquistar os direitos do povo brasileiro....E também que quero que as instituições garantam a democracia ", afirma.

“Na cadeia aprendi a gosta ainda mais de vocês, não esperava tanto carinho e tanta solidariedade”, nessa hora Lula vai as lágrimas.

Lula seguiu em diálogo de direcionamento aos petistas que tem como objetivo uma sociedade mais humanitária, mais justa, igualitária e inclusiva para todos.

A reunião petista segue durante a tarde, e os militantes aguardam a saída de Lula do evento para realizar um abração na principal liderança popular da história do Brasil e para comemorarem mais uma vez Lula livre.

Imagens: Luis Teixeira